Comissão de Vereadores quer acompanhar reformas nas escolas da cidade

Comissão de Vereadores quer acompanhar reformas nas escolas da cidade

Foto: SCS/CMC

Antes do encerramento da 6ª Sessão Ordinária por falta de quórum, os parlamentares aprovaram ontem (12/03) o pedido de criação de uma Comissão Especial de Vereadores (CEV) que acompanhará e fiscalizará o andamento das reformas das unidades municipais de ensino. A iniciativa, de autoria de Toninho Vieira (PSDB), nasceu depois de uma série de reclamações dos munícipes acerca da falta de estrutura das escolas da cidade.

O parlamentar do PSDB, que preside a Comissão Permanente de Educação, Cultura e Assistência Social, comentou que não foi realizada nenhuma reforma estrutural de fato nas escolas da cidade, apenas serviços parciais. “Tapa buraco não é digno. A nossa população merece respeito”, criticou o vereador. Segundo ele, a secretaria de Educação (SEDUC) tem muito recurso, sendo que em 2017 foram gastos 29% e neste ano serão 30%, o que representa algo acima de R$ 200 milhões.

A CEV, de acordo com Toninho Vieira, quer compreender aonde foi gasto os valores destinados à SEDUC, e apontar possíveis erros na execução. “Não é possível gastar mais de R$ 200 milhões, e não comprar uniformes, não fazer reformas nas escolas do município. Nossas crianças estão pagando um preço muito alto, nós temos que tomar essas providências”, concluiu o parlamentar.

Lalá (SD) defendeu a criação da CEV e comentou que a administração deve dar maior atenção para resolver o problema nas escolas. “Confesso que quando visito essas unidades saio de lá triste, pois uma folha é pequena para pontuar todos os problemas encontrados nesses locais”.

A CEV será formada por três parlamentares e funcionará por 45 dias.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.